Evocação - 1860

Texto de Allan Kardec

]<1860(?)>[

Em nome de Deus Todo-Poderoso, eu peço que o Espírito de Georges aceite comparecer.

Eu lhe agradeço, em meu nome, a bela e sublime comunicação que o senhor ditou à senhora Lescot e que ela me transmitiu. É uma obra-prima de profundidade, de verdade e de eloquência.

Queira não parar por aí, e seja bom o suficiente para enviar-lhe outras, pois as comunicações só podem causar uma profunda impressão naqueles que as lerão. Eu gostaria notadamente de ter a contrapartida da situação dos maus: é o quadro da felicidade do justo. Depois uma explicação satisfatória sobre a alma dos animais e o princípio vital das plantas. Isso será completar a magnífica obra que o senhor acabou de começar, e eu desde já lhe agradeço por isso.

Evocação - 1860

Texto de Allan Kardec

Evocação - 1860

Texto de Allan Kardec

]<1860(?)>[

Au nom de Dieu Tout Puissant je prie l’Esprit de Georges de vouloir bien venir.

Je vous remercie en mon nom de la belle et sublime communication que vous avez dictée à Mad. Lescot et qu’elle m’a transmise. C’est un chef d’œuvre de profondeur, de vérité et d’éloquence.

Veuillez n’en pas rester là et soyez assez bon pour lui en donner d’autres, car elles ne peuvent que faire une profonde impression sur ceux qui les liront. Je désirerais notamment avoir la contrepartie de la situation du méchant c’est le tableau du bonheur du juste. Puis une explication satisfaisante touchant l’âme des animaux et le principe vital des plantes. Ce sera compléter l’œuvre magnifique que vous venez de commencer, et je vous en remercie d’avance.

A visualização desta página implica no conhecimento e aceitação de nossos Termos de Uso.